SESI Dicas 04 - Bebida + Saúde

Riscos da bebida Alcoólica na atividade física

09/04/202110:17- atualizado às 16:12 em 21/05/2021

 

A bebida alcoólica acompanha os seres humanos há milênios, seja em datas comemorativas, festas ou conquistas, variando entre cervejas, vinhos, vodcas e runs, dependendo da época e da civilização que analisarmos. Porém, poucos são os relatos de associação da bebida em excesso nas práticas esportivas competitivas, guerras ou em busca de conquistas, visto que seu alto consumo atrapalhava a concentração e as habilidades dos guerreiros/competidores.

Dependendo da bebida que se ingere, sua forma de fermentação, origem e ingredientes associados na fórmula e percentual de álcool, alguns estudos dizem que a ingestão moderada, inclusive diária, pode proporcionar benefícios à nossa saúde, inclusive cardiovascular, como é o exemplo do vinho tinto.

Entretanto, a ingestão de grandes quantidades seja de vinho ou qualquer outra bebida alcoólica pode proporcionar inúmeros malefícios ao organismo humano, que vão desde a desidratação, influência dos sistemas motores e cognitivos, equilíbrio, memória, funcionamento de órgãos importantes como coração, rins e fígado, além de mudar o metabolismo e contribuir para o aumento de taxas de gordura e obesidade, pois na maioria das vezes a ingestão está associada a alimentos gordurosos ou hipercalóricos.

Para praticantes de atividades físicas, mesmo os que não tem objetivos estéticos, a ingestão desregulada e a escolha por algumas bebidas alcoólicas podem prejudicar o rendimento, a evolução e a saúde físico cognitiva dos praticantes. Sabemos que um encontro de amigos num futebol de fim de semana pode render uma rodada de cerveja; que uma reunião pós trabalho pode acabar em uma rodada de drinks; que um encontro familiar pode ser convidativo para uma noite de vinhos e estes laços sociais são importantes, mas deve-se prestar muita atenção com a quantidade ingerida. A ingestão destas bebidas em grandes quantidades, seja antes ou depois da prática de alguma atividade física, prejudica o funcionamento normal do corpo humano, seja a nível motor (sistema nervoso e sistema muscular) ou seja em nível sanguíneo ou funcionamento dos órgãos (níveis de glicemia sanguínea e sobrecarga de rins e fígado).

Outro fator importante e perigoso, é a ingestão de analgésicos que alguns praticantes de atividades físicas fazem para alívio de dores articulares e/ou musculares e que, se associada às bebidas alcoólicas, podem ter efeitos tóxicos.

Visto isso, conheça algumas dicas para quem quer praticar atividade física e ingerir bebidas alcoólicas frequentemente:

Dica 1 – Saiba o limite: Procure saber o limite para seu corpo e metabolismo. Se passar do limite aceitável, não se exercite.

Dica 2 – Atrapalha o resultado: Beber sem controle atrapalha o desenvolvimento dos músculos (hipertrofia) e a força, principalmente se beber antes do treino.

Dica 3 – Afeta suas habilidades: Se você pratica futebol ou alguma atividade que exija coordenação, agilidade, velocidade e/ou equilíbrio, beber faz você perder todas estas aptidões físicas.

Dica 4 – Escolha seus vícios: Se há vício bom ou ruim é uma outra discussão, mas se for escolher, prefira o vício da atividade física ao invés do vício do álcool.

Dica 5 – Não perca sua imunidade: bebida alcoólica e atividades físicas intensas podem te levar a um quadro de imunidade baixa, o que te deixa mais suscetível a adquirir doenças. Beba social e esporadicamente e exercite-se moderadamente.

Portanto, quando abordamos bebida alcoólica e atividade física, é uma combinação que não funciona!

*O SESI Dicas também é vídeo. Assista esse tema e muitos outros em nosso IGTV: CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

Leia também