O que está buscando?

Aluna do SESI Pinda irá estudar na Universidade do Arizona

ALUNA FOI SELECIONADA NO PROGRAMA PASSAPORTE PARA O FUTURO

29/05/202411:03- atualizado às 11:18 em 29/05/2024

 

A aluna do SESI de Pindamonhangaba, Larissa Helena Carneiro, está contando os dias para realizar seu sonho. Ela e outros 18 estudantes do SESI-SP ingressarão em uma universidade no exterior ainda esse ano. Os alunos foram selecionados pelo programa Passaporte para o Futuro que irá custear todos os custos dos alunos durante seus estudos.

A universidade escolhida por Larissa foi a Universidade Estadual do Arizona (ASU), localizada na cidade de Tempe, no Arizona, Estados Unidos. Classificada como a principal universidade escolhida por estudantes internacionais, a ASU fica localizada na região metropolitana de Phoenix, capital do estado. Além disso, a Universidade foi classificada como a universidade mais inovadora dos Estados Unidos, de acordo com a U.S. News and World Report.

Essa jornada já tem data para começar. Larissa embarca rumo ao Arizona no dia 14 de agosto e suas aulas se iniciam no dia 22 do mesmo mês. A estudante irá cursar Biociências Moleculares e Biotecnologia (Molecular Biosciences and Biotechnology), que abrange o estudo dos organismos do ponto de vista molecular, focando principalmente no RNA e no DNA, e que aplica os conceitos da moderna engenharia genética na geração de novos produtos na agricultura, nos processos industriais ou na medicina.

Sobre o Programa

Ela foi selecionada no programa Passaporte para o Futuro, iniciativa inédita no SESI-SP que escolheu 20 alunos do 3º ano do ensino médio das Escolas SESI do estado para estudar em uma faculdade no exterior com tudo pago.

Larissa concorreu com outros 1400 inscritos na primeira fase e com mais 792 alunos que passaram para a segunda fase. O programa tem como objetivo oportunizar aos estudantes o conhecimento e a imersão em diferentes culturas e sistemas educacionais, além de fomentar lideranças inspiradoras a fim de impactar os processos de produção da indústria nacional. Os selecionados poderão escolher qualquer instituição que estão na lista das 500 melhores Universidades de acordo com Times Higher Education World University Rankings 2023, para prestar a prova de admissão.

Leia também